Área do paciente

Desculpe-nos o transtorno. Nosso sistema estará de volta ao normal em breve. Você pode pegar o seu exame na unidade em que ele foi realizado, na data informada na guia.

Fechar

Área do médico

Desculpe-nos o transtorno, estamos em manutenção. Em breve, você poderá acessar o resultado dos exames de seus pacientes em nosso site.

Fechar

UNIDADE BOA VISTA (MATRIZ)

Segunda a sexta: 06h às 21h

Sábado: 06h Ás 13h

UNIDADE PINA

Segunda a sexta: 06h às 19h

UNIDADE PIEDADE

Segunda a sexta: 07h às 18h

Aperte "Enter" para enviar a busca

Por que devemos nos preocupar com o câncer de pênis?

Não existe rastreamento para a doença, mas o diagnóstico precoce é possível.
Thalita Malheiros
Por Thalita Malheiros em 14.01.2020

O câncer de pênis considerado é raro, representa apenas 2% dos casos de todos os tipos de câncer nos homens. Mais comum nas regiões Norte e Nordeste, ele afeta pessoas com baixas condições socioeconômicas em maior número. A doença é mais frequente em homens 50 anos ou mais, mas pode atingir também os mais jovens.

 

O diagnóstico precoce faz toda a diferença

Não existe um exame de rastreamento para o câncer de pênis. Ainda assim, é possível obter um diagnóstico precoce. A maioria dos sintomas do câncer de pênis pode ser visualizada através de anomalias na pele do órgão e, assim, o diagnóstico pode vir no estágio inicial.

Nem todos os casos acontecem da mesma forma. Por isso, é preciso estar atento, já que, com um diagnóstico precoce, o tratamento é menos agressivo e mais efetivo.

Esse alerta é importante porque alguns sintomas do câncer de pênis podem ser confundidos com os de outras patologias mais comuns, e, assim, a doença pode não ser identificada a tempo de cura.

Mesmo que não tenha um quadro doloroso, não veja ou não sinta algo anormal em relação ao seu órgão, visite o urologista regularmente. Ele será capaz de detectar os sinais mais nítidos e também os mais silenciosos desse tipo de câncer e recomendar um tratamento de imediato.

Fonte: American Cancer Society (25/06/2018)

 

Preste atenção aos fatores de risco

Fator de risco é toda condição que aumenta a chance de ocorrência de uma doença. Alguns deles podem ser controlados e outros não. É preciso ter conhecimento dos fatores para tomar precauções e diminuir sua probabilidade de desenvolver o câncer de pênis.

Conheça os fatores de risco do câncer de pênis:

  • Má higiene íntima

A má higiene íntima pode estar relacionada aos casos desse tipo de câncer. Manter hábitos higiênicos é fundamental para evitar o desenvolvimento da condição. Também é recomendado instruir as crianças desde cedo sobre esses hábitos.

  • Estreitamento do prepúcio

Homens que não se submeteram à circuncisão (remoção do prepúcio, a pele que reveste a glande – conhecida como “a cabeça” – do pênis) têm uma maior predisposição a desenvolver o câncer de pênis.

  • Infecção pelo vírus HPV

Alguns estudos sugerem associação entre a infecção pelo vírus HPV (papilomavírus humano) e o câncer de pênis. O uso de preservativo para evitar doenças sexualmente transmissíveis é imprescindível para evitar esse fator.

Fonte: Inca (30/10/2018)

 

Sinais e sintomas

Um dos sintomas clinicamente mais comuns do câncer de pênis é uma ferida ou úlcera persistente, além da tumoração localizada na glande, prepúcio ou corpo do órgão. A presença de um desses sinais, pode ser indicativa do câncer.

Além da tumoração, a presença de gânglios inguinais endurecidos e persistentemente grandes (ínguas na virilha) pode ser um sinal de progressão da doença (metástase linfonodal). Quando ocorrer qualquer um dos sintomas acima, é necessário consultar um urologista.

Fonte: Inca (30/10/2018)

 

Lembre-se!

O maior vilão do câncer de pênis pode ser o próprio paciente, quando esse não cuida de maneira adequada da saúde e não procura um médico ao perceber alguma anomalia no seu órgão genital.

Independente de sintomas, o acompanhamento médico regular é imprescindível, tanto para diagnosticar o câncer de pênis quanto outras doenças.

Vale salientar também que, mesmo seguindo todas as medidas citadas acima, não há como garantir a prevenção do câncer de pênis. No entanto, estudos científicos comprovam que elas estão associadas a melhores condições de diagnóstico e tratamento da doença.

Conte com o Centro Diagnóstico Lucilo Ávila para tirar qualquer dúvida ou obter mais informações sobre diagnóstico e tratamento do câncer de pênis.